Biologia e Geologia na Escola

Blog de apoio e complemento às aulas de Ciências Naturais – Biologia e Geologia

Archive for Janeiro, 2012

374º Aniversário de Nicolau Steno

Posted by BG em 11/01/2012

A Google homenageia hoje Nicolau Steno, aquando do seu 374 aniversário.

Nicolaus Steno foi um dinamarquês pioneiro nos campos da anatomia e geologia. Graças à sua grande capacidade de observação, fez importantes descobertas, mesmo quando estas diferiam das doutrinas tradicionalmente aceitas.

Inicialmente dedicou-se ao estudo da anatomia, focando o seu trabalho sobre o sistema muscular e na natureza da contração muscular. Outro trabalho de Steno, sobre os dentes de tubarão, levou-o a questionar-se sobre a forma como um objeto sólido poderia se encontrado dentro de outro objeto sólido, como uma rocha ou uma camada rochosa.

Steno foi um visionário no campo da Geologia, postulando princípios geológicos que ainda hoje vigoram nesta ciência da Terra.

Mais informação aqui.

Anúncios

Posted in Notícias | Leave a Comment »

Uma mosca parasita é mortal para as abelhas

Posted by BG em 11/01/2012

As abelhas estão numa situação crítica, desde 2006, que a sua população tem diminuído com um ritmo alarmante, tanto nos EUA como no resto do mundo, sem que os cientistas consigam determinar a sua causa com precisão.

Os especialistas batizaram o desaparecimento de milhões de exemplares como o Síndrome de Despovoamento das Colmeias (CCD, na sua sigla em inglês). Em muitos casos não foram encontrados os restos das abelhas mortas, já que o abandono da colmeia é a primeira característica do CCD.

Uma descoberta da Universidade estatal de São Francisco (EUA) pode ajudar a esclarecer o porquê do declínio dos enxames dos EUA. Os investigadores descobriram uma espécie de mosca parasitária que, ao injetar os seus ovos na abelha, provoca a morte desta. Antes de morrer, a abelha mostra-se desorientada, como se fosse um zombie e abandona a sua colmeia. A mosca, que foi batizada por Apocephalus borealis, deposita os ovos no abdómen da abelha. Aproximadamente 7 dias depois da sua morte, as larvas saem do seu corpo.

Fonte: Naturlink

Leia o resto deste artigo »

Posted in Notícias | Com as etiquetas : , , , | Leave a Comment »

Estrelas provocaram extinção de vida na Terra

Posted by BG em 10/01/2012

Estudo recente de investigadores alemães corrobora ideia já avançada por colegas americanos em 2003: há 440 milhões de anos, radiação estrelar pode ter acabado com muitos seres vivos na Terra.

Há 440 milhões de anos, um bombardeio de raios gama pode ter sido responsável pela eliminação de boa parte da vida à face da Terra.

Há duas formas das estrelas libertarem grandes quantidades de raios gama: pela explosão ou pela fusão de duas. Em 2003, uma equipa de cientistas da Universidade do Kansas, nos Estados Unidos, sugeriu que um bombardeio de raios gama proveniente das estrelas poderá ter sido o responsável pela extinção de grande parte da vida terrestre há 440 milhões de anos.

Fonte: TVNet

Leia o resto deste artigo »

Posted in Notícias | Com as etiquetas : , , , | Leave a Comment »

Turismo Espacial

Posted by BG em 05/01/2012

Uma viagem ao espaço será uma realidade para muitos ainda este ano, já que três empresas, Virgin Galactic, XCOR e Space Adventures, revelaram que os bilhetes da classe económica vão custar cerca de 74 mil euros.

Entre o segundo semestre deste ano e 2013, a Virgin Galactic, XCOR e Space Adventures pretendem realizar viagens a cerca de 100 quilómetros de altitude. A empresa do milionário britânico Richard Branson será a primeira a iniciar as suas actividades, ainda este ano.

A Virgin Galactic oferece uma estadia de três dias de preparação no Novo México, levando depois os passageiros (seis no máximo) para o espaço (até 110 quilómetros do solo terrestre), onde os turistas poderão desfrutar de cinco minutos de gravidade zero real.

Recorde-se que, desde 2001, quando o empresário norte-americano Dennis Tito subiu ao espaço, sete turistas pagaram até 30 milhões de euros para poderem viver alguns dias na Estação Espacial Internacional.

Fonte: Diário Digital

Leia o resto deste artigo »

Posted in Notícias | Com as etiquetas : | Leave a Comment »

Encontrado na Terra o último dos 3 minerais que foram identificados inicialmente nas rochas lunares

Posted by BG em 04/01/2012

A tranquillityite, que ocorre em quantidades muito pequenas e não tem qualquer valor económico, foi encontrada em 6 locais muito distantes entre si na parte Ocidental da Austrália, o que sugere que pode ser mais comum do que se pensa, e a sua descoberta é importante na medida em que pode ser muito útil na datação das rochas.

Cientistas australianos publicaram recentemente na revista Geology um artigo em que dão a conhecer uma descoberta que pode ser muito útil no campo da Geologia.

A equipa de investigadores da Universidade de Curtin, em Bentley descobriu em rochas terrestres o mineral tranquillityite, que apenas tinha sido encontrado, até à data em rochas originárias da Lua, e que pode ser usado para a datação dos agregados de minerais.

A tranquillityite, em alusão ao Mar da Tranquilidade (Sea of Tranquility, em inglês) lunar, é um dos três minerais que foram descobertos inicialmente em rochas que foram recolhidas na Lua no âmbito da missão Apollo 11, em 1969.

Os restantes dois minerais – armacolite e pyroxferroite (em inglês) – foram detetados em rochas terrestres no espaço de uma década após o regresso à Terra dos astronautas da Apollo 11, mas a tranquillityite permanecia por ser descoberta no nosso planeta, o que aconteceu agora.

Com efeito Birger Rasmussen e os colegas, encontraram em rochas ígneas provenientes de seis locais no Estado da Austrália Ocidental, o último dos minerais lunares, que tem uma cor vermelho-acastanhada e é composto por ferro, silício, zircónio e titânio, incluindo ainda vestígios de elementos raros.

O facto de ter sido encontrado em zonas razoavelmente distantes entre si leva os autores da descoberta a sugerir que a tranquillityite deve ser mais comum do que se pensa apresentando várias explicações para o facto de não ter sido encontrada na Terra até agora.

Os investigadores sugerem que o mineral pode ter passado despercebido porque os fragmentos são muito pequenos, de tamanho inferior à espessura do cabelo humano mais grosso, devido à elevada probabilidade de as rochas terrestres terem sido transformadas quer química quer fisicamente, o que teria levado à transformação da tranquillityite noutros minerais, ou ainda, que os fragmentos do mineral podem ter sido erradamente identificados como rútilo, um mineral de cor semelhante e muito comum nas rochas ígneas.

Aceda ao resumo do artigo científico aqui.

Fonte: Naturlink

Posted in Notícias | Com as etiquetas : , , , | Leave a Comment »

Biodiversidade

Posted by BG em 02/01/2012

Posted in Biodiversidade | Leave a Comment »

Os números de 2011

Posted by BG em 01/01/2012

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2011 deste blog.

Aqui está um excerto:

O Museu do Louvre, em Paris, é visitado todos os anos por 8.5 milhões de pessoas. Este blog foi visitado cerca de 97.000 vezes em 2011. Se fosse o Louvre, eram precisos 4 dias para todas essas pessoas o visitarem.

Clique aqui para ver o relatório completo

Posted in Diversos | Leave a Comment »