Biologia e Geologia na Escola

Blog de apoio e complemento às aulas de Ciências Naturais – Biologia e Geologia

Uma mosca parasita é mortal para as abelhas

Posted by BG em 11/01/2012

As abelhas estão numa situação crítica, desde 2006, que a sua população tem diminuído com um ritmo alarmante, tanto nos EUA como no resto do mundo, sem que os cientistas consigam determinar a sua causa com precisão.

Os especialistas batizaram o desaparecimento de milhões de exemplares como o Síndrome de Despovoamento das Colmeias (CCD, na sua sigla em inglês). Em muitos casos não foram encontrados os restos das abelhas mortas, já que o abandono da colmeia é a primeira característica do CCD.

Uma descoberta da Universidade estatal de São Francisco (EUA) pode ajudar a esclarecer o porquê do declínio dos enxames dos EUA. Os investigadores descobriram uma espécie de mosca parasitária que, ao injetar os seus ovos na abelha, provoca a morte desta. Antes de morrer, a abelha mostra-se desorientada, como se fosse um zombie e abandona a sua colmeia. A mosca, que foi batizada por Apocephalus borealis, deposita os ovos no abdómen da abelha. Aproximadamente 7 dias depois da sua morte, as larvas saem do seu corpo.

Fonte: Naturlink

Os cientistas observaram que, após o seu encontro com o parasita, as abelhas abandonam suas colmeias. E fazem-no desorientadas, voando em círculos, segundo explica Andrew Core, principal autor do estudo publicado no PLoS ONE . Quando estão muito fracas, ficam paradas até morrerem, incapazes de resistir.

Neste momento só foram localizados exemplares de ‘Apocephalus borealis’ na Califórnia e em Dakota do Sul, mas teme-se que possam acabar por afetar todo o país devido ao comércio de abelhas entre os estados.

Até agora, os cientistas têm proposto várias hipóteses para explicar o Síndrome de Despovoamento da Colmeia, que está a dizimar a população de abelhas em todo o mundo e causando danos para o setor da apicultura. Algumas colmeias têm reduzido a sua população em 90%.

Alguns cientistas acreditam que pode ser devido à ação de um pesticida, que pode ter causado danos neurológicos e alterar o seu sentido de orientação, impedindo-as de encontrar o caminho de volta para as suas colmeias. Outros investigadores afirmam que o desaparecimento das abelhas está relacionado com um vírus encontrado em muitas colónias afectadas.

O papel das abelhas nos ecossistemas vai muito mais além da produção de mel. A sua atividade polinizadora é fundamental na maioria das culturas hortícolas e para conseravar a diversidade de espécies no planeta.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: