Biologia e Geologia na Escola

Blog de apoio e complemento às aulas de Ciências Naturais – Biologia e Geologia

Posts Tagged ‘Lua’

Encontrado na Terra o último dos 3 minerais que foram identificados inicialmente nas rochas lunares

Posted by BG em 04/01/2012

A tranquillityite, que ocorre em quantidades muito pequenas e não tem qualquer valor económico, foi encontrada em 6 locais muito distantes entre si na parte Ocidental da Austrália, o que sugere que pode ser mais comum do que se pensa, e a sua descoberta é importante na medida em que pode ser muito útil na datação das rochas.

Cientistas australianos publicaram recentemente na revista Geology um artigo em que dão a conhecer uma descoberta que pode ser muito útil no campo da Geologia.

A equipa de investigadores da Universidade de Curtin, em Bentley descobriu em rochas terrestres o mineral tranquillityite, que apenas tinha sido encontrado, até à data em rochas originárias da Lua, e que pode ser usado para a datação dos agregados de minerais.

A tranquillityite, em alusão ao Mar da Tranquilidade (Sea of Tranquility, em inglês) lunar, é um dos três minerais que foram descobertos inicialmente em rochas que foram recolhidas na Lua no âmbito da missão Apollo 11, em 1969.

Os restantes dois minerais – armacolite e pyroxferroite (em inglês) – foram detetados em rochas terrestres no espaço de uma década após o regresso à Terra dos astronautas da Apollo 11, mas a tranquillityite permanecia por ser descoberta no nosso planeta, o que aconteceu agora.

Com efeito Birger Rasmussen e os colegas, encontraram em rochas ígneas provenientes de seis locais no Estado da Austrália Ocidental, o último dos minerais lunares, que tem uma cor vermelho-acastanhada e é composto por ferro, silício, zircónio e titânio, incluindo ainda vestígios de elementos raros.

O facto de ter sido encontrado em zonas razoavelmente distantes entre si leva os autores da descoberta a sugerir que a tranquillityite deve ser mais comum do que se pensa apresentando várias explicações para o facto de não ter sido encontrada na Terra até agora.

Os investigadores sugerem que o mineral pode ter passado despercebido porque os fragmentos são muito pequenos, de tamanho inferior à espessura do cabelo humano mais grosso, devido à elevada probabilidade de as rochas terrestres terem sido transformadas quer química quer fisicamente, o que teria levado à transformação da tranquillityite noutros minerais, ou ainda, que os fragmentos do mineral podem ter sido erradamente identificados como rútilo, um mineral de cor semelhante e muito comum nas rochas ígneas.

Aceda ao resumo do artigo científico aqui.

Fonte: Naturlink

Anúncios

Posted in Notícias | Com as etiquetas : , , , | Leave a Comment »

A Lua tem tanta água no seu interior como a Terra

Posted by BG em 01/06/2011

As rochas extraídas da Lua pelos astronautas da missão Apollo 17 em 1972 ocultavam um segredo: apesar da sua aparência árida, o interior do manto lunar tem tanta quantidade de água como a Terra.

O cientista argentino Alberto Saal, professor associado da Universidade de Brown (EUA) e a sua equipa anunciaram, em 2008 na revista científica Nature, que a Lua ocultava água no seu interior, mas como tinha sido detectada uma quantidade muito escassa de água, muitas vozes críticas se levantaram nessa altura. Agora, foram publicadas novas análises na “Science” que confirmam não só a presença de água, como também mostram que o magma lunar contém 100 vezes mais quantidade de água do que aquilo que eles pensavam.

Fonte: Naturlink

Leia o resto deste artigo »

Posted in Notícias | Com as etiquetas : , , , , | Leave a Comment »

Portugal acorda com um eclipse do Sol a 4 de Janeiro de 2011 (Terça-feira)

Posted by BG em 03/01/2011

Na próxima terça-feira de manhã os portugueses vão poder ver o primeiro eclipse de 2011. A Lua vai tapar o Sol parcialmente. Durante o resto do ano, vão acontecer mais três eclipses solares e dois lunares, Portugal só vai conseguir ver o primeiro eclipse lunar.

O eclipse de 4 de Janeiro começa às 6h40 e termina às 11h00 (hora de Portugal). No pico do eclipse, na zona que abrange o território, o Sol vai ficar tapado entre os 40 e os 60 por cento. A região da Escandinávia e da Rússia vai sentir o máximo do fenómeno. O centro de África e grande parte da Ásia vão também poder observar o eclipse.

O outro fenómeno observado em Portugal vai ser o eclipse total da Lua, quando a Terra tapar a luz do Sol que bate no satélite. O eclipse será dia 15 de Junho durante o nascimento da Lua, entre as 19h22 e as 23h22 (hora de Portugal). Parte do eclipse vai ser mais difícil de observar porque em Junho o Sol põe-se mais tarde.

Fonte: Jornal Público

Leia o resto deste artigo »

Posted in Notícias | Com as etiquetas : , , , | Leave a Comment »

Há oxigénio em Reia, uma das luas de Saturno

Posted by BG em 02/12/2010

Há oxigénio na atmosfera de Reia, uma das luas de Saturno, detectou a sonda Cassini da NASA, que está a estudar o sistema de Saturno. É a primeira vez que este gás, chave da vida na Terra, é detectado directamente na atmosfera de outro planeta.

A atmosfera – ou exosfera, como se chama por ser noutro planeta que não a Terra -, contém também dióxido de carbono. É muito ténue: à superfície o oxigénio é cinco biliões (milhões de milhões) de vezes menos denso do que no nosso planeta, diz um comunicado da NASA.

Mas desengane-se quem está já a sonhar com extraterrestres, pelo menos com plantas extraterrestres, que façam fotossíntese, respirando dióxido de carbono e libertando oxigénio. Estes gases devem ser libertados devido à acção de partículas de altas energias da magnetosfera de Saturno que bombardeiam a superfície gelada desta lua, onde há gelo de água, adianta o artigo publicado esta semana na revista “Science”, onde é descrita a descoberta.

Fonte: Jornal Público

Leia o resto deste artigo »

Posted in Notícias | Com as etiquetas : , , , | Leave a Comment »

Foi à 41 anos.

Posted by BG em 20/07/2010

Muitos são da opinião de que a verdadeira consciência ecológica começou quando arrancou a corrida espacial.

Esta terça-feira comemoram-se os 41 anos da chegada do Homem à Lua. Um feito tecnológico notável para a época e que levou o engenho humano até aos limites.

Posted in Diversos | Com as etiquetas : , , , | Leave a Comment »

Estudo da Composição da Lua

Posted by BG em 11/10/2009

Sonda e foguetão chocaram contra a Lua, mas sem o fogo-de-artifício esperado 

LuaDevia ter sido um grande espectáculo ao romper da aurora, pelo menos na costa oriental dos Estados Unidos, e retransmitido para todo o mundo, através da NASA TV, na Internet. Mas afinal ficou tudo mais ou menos às escuras: os planos de lançar o motor gasto de um foguetão e a própria sonda LCROSS contra uma cratera lunar, para estudar sobretudo as moléculas de água que existiriam na (esperada) grande pluma de materiais que se elevaria no ar, caíram por terra. Não houve muito para ver.

O motor do foguetão Centauro, que pesava duas toneladas mesmo vazio, e a LCROSS (sigla em inglês Satélite de Observação e Estudo das Crateras Lunares) deviam ter feito um buraco com 30 metros de largura numa cratera do Pólo Sul lunar, que está permanente às escuras – e, por isso, é um dos lugares onde é mais possível que se encontre água congelada. O impacto devia ter feito levantar nos ares mais de 200 toneladas de material, estimavam os cientistas.

Os cientistas esperavam ver a pluma de materiais ejectados em telescópios a partir da Terra, e muitos astrónomos amadores tinham para lá voltado as suas lentes. Mas, afinal, o espectáculo foi muito pouco impressionante.

Fonte: Jornal Público

Leia o resto deste artigo »

Posted in Notícias | Com as etiquetas : , , , , , , , | Leave a Comment »